Diminuindo o tamanho de suas VM’s para exportação – XenServer

Exportar máquinas virtuais (VM) no XenServer é um recurso muito utilizado para quem deseja efetuar backup de suas máquinas. Com isso, você consegue gravar uma cópia da sua máquina sem mesmo ter que desliga-la. Porém, você já deve ter notado que o tamanho do arquivo exportado tende a crescer conforme você utiliza o disco de sua VM, mesmo tendo apagado vários arquivos. Isso acontece porque os SO’s não apagam efetivamente os arquivos delatados, mas sim o ponteiro para os mesmos….é assim que alguns programas conseguem ‘recuperar’ arquivos deletados. Para simplificar, é como se o seu telefone fosse apagado da lista telefônica (alguém ainda lembra o que é isso?): ele não existe mais no índice, mas continua lá, funcionando.

Com isso, ao exportar sua VM, o tamanho do arquivo será grande também (no máximo o tamanho total do seu disco virtual). Para resolver este problema, a solução é você voltar a gravar ‘zeros’ nos locais onde um dia já houve um arquivo gravado. Isso é feito de duas maneiras: no windows, usando o aplicativo SDelete da própria microsoft; no linux, usando o comando dd.

Para baixar o SDelete, acesse o endereço: http://technet.microsoft.com/en-us/sysinternals/bb897443.aspx

Para baixar o programa e executar a partir de um prompt de comando:

<br />
sdelete -c<br />

E pronto, todo espaço que nao contem mais arquivos será ‘zerado’!

No linux, é mais simples ainda: basta executar o comando abaixo:

<br />
dd if=/dev/zero of=/apagar; rm /apagar<br />

O comando irá retornar um erro de espaço em disco no final, isso é normal.

Após executar os comandos acima (seja no windows ou no linux), ao exportar sua VM, você irá notar que o tamanho do arquivo gerado terpa somente o tamanho utilizado na VM, e nao o tamanho total do disco. Dependendo do caso, isso faz muita diferença.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *